Matriz BCG: o que é? como aplicar?

A Matriz BCG (também conhecida como Boston Consulting Group analysis) é usada na estratégia corporativa para analisar produtos e portfólios. Duas variáveis são utilizadas para realizar os estudos, são elas: participação relativa do mercado e crescimento do mercado.

A matriz pode auxiliar o time a identificar quais produtos precisam de mais apoio financeiro, quais precisam menos e quem são os produtos que precisam de mais cautela a fim de mantê-los no mercado. De forma resumida, ela permite melhorar o direcionamento dos investimentos. Além dos investimentos, de fato, ela auxilia a determinar outros tipos de ações.

Classificações dos produtos na matriz BCG

Estrela
É o produto que proporciona muita lucratividade, porém com investimento alto. Sem todo o investimento sendo realizado, o produto não consegue trazer grandes retornos para a empresa. Quer dizer, então, que há muito potencial e um bom espaço a ser percorrido.

Vaca leiteira
Produtos denominados como vacas leiteiras são aqueles que trazem grande retorno financeiro sem investimento elevado. Aliás, produtos que possuem essa classificação têm um grande número de vendas com pouco custo produtivo. Uma avaliação possível, portanto, é de que não vale muito a pena fazer grandes aportes de recursos nele, bastando manter no patamar em que está, sem perder o foco, é claro.

Abacaxi
Lembra daqueles carros antigos, motor a álcool? No frio, você sofre para conseguir fazer pegar. É o que acontece com os abacaxis, você tem um com você, mas não vai. Basicamente, não trazem resultados para a empresa. Aqui, cabe a pergunta: até que ponto vale a pena investir nesse produto ou serviço? Talvez seja melhor direcionar esses recursos para produtos que tragam um retorno melhor para o negócio.

Em questionamento (ou interrogação)
São produtos que ainda não oferecem grandes ganhos, com um número de vendas ainda sem fundamentos sólidos. Lembre-se, o investimento de médio ou longo prazo são considerados para esses produtos. Portanto, produtos que estão na fase de lançamento ou perto do fim de ciclo de vida fazem parte desse quadrante.

Como fazer um modelo de matriz de BCG?

É o primeiro passo da análise. Portanto, escolha os produtos ou portfólios que estão no radar e informações do tipo: volume de vendas; margem de lucro; ou custo de produção, por exemplo.

Lembre-se, para cada empresa, um diferente tipo de métrica. Então, se houver outros indicadores (indicadores que mostram a saúde do produto) que o time acha que é necessário ter, leve para o estudo.

Primeiramente, vamos começar com um gráfico cartesiano e depois, dar nomes aos eixos. Para o eixo (x), participação relativa do mercado. Já para o (y), taxa de crescimento do mercado.

Participação relativa do mercado: Certamente, o famoso market share. Uma maior participação no mercado significa maior retorno financeiro. Assim, a fórmula é a seguinte: Total ($) de vendas de unidades no ano atual / Total ($) de vendas do concorrente principal no ano atual.

Taxa de crescimento do mercado: Uma taxa de crescimento de mercado mais alta significa mais ganhos e, muitas vezes, lucros. Por outro lado, significa também um maior consumo de caixa como investimentos para estimular o crescimento futuro de um determinado produto. A fórmula para esse eixo é: (Total ($) de vendas do ano atual – Total ($) de vendas do ano passado) / Total ($) de vendas do ano passado.

Mas qual é a proporção de cada eixo?
Para a taxa de crescimento, você pode utilizar de 0 a 10%, por exemplo. Entretanto, para a participação no mercado, a métrica funciona diferente para cada empresa. Você pode usá-la de acordo com o tamanho do seu negócio ou análise. Não existe uma métrica certa para todo mundo.

Modelo da matriz bcg

Exemplo de matriz BCG

Como analisar e decidir?

Evoluir: Entrar nos produtos que estão nos quadrantes em questionamento ou estrelas. Melhorá-los e investir para que mais oportunidades de sucesso apareçam.

Manter: Olho nas vacas leiteiras, pois elas geram lucro para a empresa. Com este lucro, a empresa pode usá-lo para novas iniciativas e claro, pagar as contas.

Aproveitar: Então, o pensamento aqui é no curto prazo. Vamos olhar para todos aqueles produtos que estão com seus resultados abaixo do esperado, alguns abacaxis ou produtos que o time acredita que o ciclo está perto do fim.

Tirar: Afinal, hora de abandonar o barco. Vamos pegar os abacaxis amarelinhos ou alguns questionáveis e retirar do portfólio.

conclusão

Vendo os resultados e o impacto na competitividade, precisamos ressaltar que a análise de portfólios precisa ser criteriosa e levar em consideração os principais detalhes dos produtos. Se os profissionais responsáveis pelo orçamento e os gestores não considerarem essa avaliação, a empresa correrá o risco de perder espaço para a concorrência.

Pensando nisso, indicamos que você comece agora mesmo a implementar a Matriz BCG no processo de gerenciamento do portfólio de produtos da sua empresa. Fazendo tudo corretamente, conseguirá ganhar em competitividade e ainda otimizar a aplicação dos recursos do empreendimento, que, muitas vezes, são escassos ou bastante controlados.

BREIV CLUB

Aprenda mais sobre dezenas de modelos e ferramentas de Marketing e Vendas na Breiv Club por apenas R$29,90 por mês.

A BREIV é uma comunidade, e não um método ou modelo teórico. Somos milhares de profissionais, autônomos, pequenos empresários, estudantes e entusiastas. São mais de 150 aulas sobre gestão Pessoas, Marketing, Inovação, Comunicação, Vendas, Negociação, Estratégia, Projetos, Financeira, Processo e Qualidade, Produtos e Serviços, Empreendedorismo e mais.

Conheça e assine a Breiv Club aqui thiagoblanco.com.br/breiv.